Arquivos da categoria: Inspiração

Inspiração #3: Omni

Omni magazine cover
Omni Magazine Cover

Omni foi uma revista americana sobre ficção científica, que continha artigos sobre fatos científicos e amostra de trabalhos sobre ficção científica. A primeira edição foi lançada antes mesmo de meu pai pensar em ter um filho. Em 1978, nasce a primeira edição de uma revista que prometia explodir a cabeça de fãs sobre ficção científica, nerds, ufologistas e, por ultimo mas não menos importante – e não menos diferente hehe – designers! Isso mesmo!

Veja a capa da primeira edição a seguir.

Omni Magazine Cover #1
Omni Magazine Cover #1

Quero deixar bem claro que NUNCA li uma revista dessas se quer. Na verdade, eu soube da existência dela até alguns minutos atrás, quando navegava pelo blog do artista Scott Hansen, onde li um post sobre capas da revista Omni. E tudo o que sei é devido à algumas pesquisas rápidas que fiz sobre a Omni. Entra no time o Wikipedia e este site com um acervo incrível de capas.

O que chama a atenção é a qualidade das capas. Os diretores de arte não estavam pra brincadeira nessa época e mostraram muito talento no desenvolvimento.

Omni Magazine Cover
Omni Magazine Cover
Omni Magazine Cover
Omni Magazine Cover

Fica um sério ar retrô ao ver estas capas. É bem gostoso de se ver. Uma inveja boa quero dizer. Bah! São lindas pra cara*%#!

O mais legal é que capas antigas tem um ruído natural criado pelo próprio tempo. Isso dá mais personalidade a revista hoje.

Omni Magazine Cover
Omni Magazine Cover
Omni Magazine Cover
Omni Magazine Cover

É uma explosão de miolos estes trabalhos. Terrific!

Ilustração e diagramação de primeira, combinadas a uma direção de arte precisamente fod*. Isso é mais um daqueles exemplos para mostrar pra galera que tá começando que não importa se você tem a versão 47 do Photoshop com filtros mega blaster master plus plus+ para criar. O que importa é o talento. Pense nisso e inspire-se no velho – evite o novo.

A revista teve sua ultima edição em 1995. O que não é muito triste pois mesmo não estando viva, a revista e a equipe que fazia a direção de arte das capas acabam de ganhar um fã que se inspira ao ver obras depois de pouco mais de 10 anos de existência.

Omni Magazine Cover
Omni Magazine Cover
Omni Magazine Cover
Omni Magazine Cover

E você? O que te faz inspirar? O novo ou o velho? Só não vale responder “tudo me inspira” pois, apesar de ser verdade, tudo pode ser nada. 😉

Inspiração #2: Como “pixelizar” uma foto com giz de cera

Já que no último post o assunto foi aquela inusitada tela criada com lápis coloridos, aí vai mais uma. O artista Christian Faur junta centenas de gizes de cera para formar fotografias.  Olhando as fotos de algumas obras, nota-se uma verdadeira influência de pixel art.

Obra de Christian Faur
Obra de Christian Faur
Estes “pixels” de cera são precisamente empilhados em locais específicos dentro de molduras de madeira para produzir uma nova forma artística única que equilibra as qualidades de fotografia e escultura. Ou seja, uma arte multidisciplinar.
Agora,  veja a mesma obra acima em detalhes:
Obra de Christian Faur em detalhes
Obra de Christian Faur em detalhes
Isso é bem divertido!
Obra de Christian Faur #2
Obra de Christian Faur #2
Obra de Christian Faur #3
Obra de Christian Faur #3
Veja mais obras desse artista aqui.

Inspiração #1: Lápis de cor como tela de pintura?

Hã? Eu sei, a reação foi a mesma quando li e vi isso no site de um fantástico artista australiano que faz maravilhas no seus lápis coloridos.

Obra de Ghostpatrol. Parece com um personagem do GForce?
Obra de Ghostpatrol. Parece com um GForce?

Além de ser um ótimo ilustrador, pintor, designer, criativo, ele tem a capacidade de criar ilustrações e emoldurá-las em conjuntos de lápis, formando um quadro. Vejam algumas obras de Ghostpatrol:

Obra de Ghostpatrol
Obra de Ghostpatrol. Esse é o que mais gostei.
Obra de Ghostpatrol #2
Obra de Ghostpatrol #2
Obra de Ghostpatrol #3
Obra de Ghostpatrol #3

Mais obras aqui: http://ghostpatrol.net/galleries/pencil-sets. Será que a Faber-castell toparia um patrocínio? Se eu fosse do marketing, falaria com esse cara ontem. :o)

Bom, enquanto a Faber-castell não fala com ele, ele ganha dinheiro vendendo estas obras por volta de R$ 2.000 cada.